Sala do Comércio Marco Bertaiolli é aberta pela Associação Comercial de Mogi

Espaço abriga setor de comércio exterior da entidade

No aniversário de 461 anos de Mogi das Cruzes, a Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) entrega o seu setor de comércio exterior. A Sala do Comércio Marco Bertaiolli é o espaço para apoiar as empresas de importação e exportação do município. O departamento conta com uma comissão formada por diversos profissionais para auxiliar os negócios existentes e impulsionar os novos.
A sala, que funciona na sede da ACMC (rua Barão de Jaceguai, 674, Centro), é uma parceria entre a ACMC e o Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (CECIEx) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O espaço realizará palestras, workshops e cursos, o primeiro será de inglês intermediário voltado para exportação. As aulas serão abertas para membros da ACMC e não-associados.
A presidente da Associação Comercial de Mogi, Fádua Sleiman, explica que o setor será um canal de intermediação com a CECIEx. “Nesta pandemia muitas empresas que ainda não exportavam descobriram na exportação mais um canal para faturamento. Esta iniciativa já está rendendo frutos, estamos recebendo convites para participar de intercâmbios com países da América Latina e, inclusive, a ACMC já integra o grupo de mulheres exportadoras da América Latina”, destaca.
A inauguração do espaço contou com a palestra “Modernização do Ambiente de Negócios: Geração de Emprego e Retomada Econômica”, ministrada pelo deputado federal e ex-presidente da ACMC, Marco Bertaiolli. O vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) apresentou as iniciativas que beneficiam os empresários, como a Medida Provisória do Ambiente de Negócios, no qual foi relator, e a Frente Parlamentar do Empreendedorismo, que coordenará na Câmara dos Deputados.
“Está é a celebração de um novo serviço da Associação Comercial que auxiliará o setor de comércio exterior e também uma homenagem ao colocar meu nome na sala, uma pessoa que ama Mogi. Nosso compromisso é o de fazer uma cidade cada vez melhor e trabalhar para aperfeiçoar os serviços”, afirma.
Para a vice-prefeita de Mogi, Priscila Yamagami, a instalação do novo setor representa um passo importante para a retomada econômica. “Toda ação desenvolvida pela Associação Comercial de Mogi é bem-vinda no sentido de fomentar os negócios. Uma sala voltada para o comércio exterior atrai olhares de fora”, analisa. A avaliação é compartilhada pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gabriel Bastianelli. “Este protagonismo dita um ritmo importante não apenas para o comércio e serviços, mas para toda cadeia econômica da nossa cidade”, observa.
O presidente da Facesp, Alfredo Cotait enviou um vídeo para parabenizar a Associação Comercial pela instalação do setor, além de ressaltar a importância do trabalho de Bertaiolli em prol dos empreendedores. A presidente do CECIEx, Rita Campagnoli reforça que o novo serviço será importante para “desmistificar junto ao pequeno empresário que as atividades de exportação e importação são apenas para grandes empresas”.
A comissão do setor de exportação da ACMC é formada por diversos profissionais entre agentes aduaneiros, advogados tributaristas, CEOs de empresas e consultores empresariais, que intermediarão o contato com o CECIEx.

Parcerias
O lançamento da Sala de Comércio Marco Bertaiolli contou com a participação de vereadores, representantes de associações comerciais do Alto Tietê, além de entidades ligadas ao comércio e a indústria.
O diretor regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Regional Alto Tietê, José Francisco Caseiro, acredita que as parcerias entre as entidades são essenciais para o desenvolvimento de Mogi. “A balança comercial tem melhorado muito nos últimos tempos. Acredito que esta integração vem para fortalecer ainda mais os laços entre a indústria, o comércio, todos os setores produtivos e financeiros da nossa cidade. É importante estarmos juntos para melhorar a renda, emprego e situação de todos mogianos”, argumenta.
“O comércio exterior é uma ferramenta importante para fomentar novas oportunidades de negócio, começando pela América do Sul e aumentando do ponto de vista global. Esta iniciativa é muito importante para ajudar as empresas a colocarem seus produtos lá fora”, afirma o diretor executivo da Agência de Fomento Empresarial (AGFE), Cláudio Costa.
Para o presidente da Câmara de Mogi, o vereador Otto Rezende, a implantação do serviço pode abrir espaço para a criação de uma Câmara Técnica de Importação e Exportação na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese