Formulário de Consulta

Pessoa Jurídica / Pessoa Física

CÓDIGO:    SENHA:   
(Acesso restrito)

  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP - (11) 4728-4300 |

Primeiro trimestre termina com baixa na inadimplência

Balanço do SCPC/ACMC aponta condição de crédito melhor, mas consumidores permanecem cautelosos nas compras

 

Dados divulgados pela ACMC - Associação Comercial de Mogi das Cruzes revelam que o primeiro trimestre de 2019 terminou com melhora num dos principais indicadores que medem a capacidade de crédito de consumidores: a inadimplência. De acordo com a movimentação registrada no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o volume de dívidas sofreu uma queda de 10,4% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O número de dívidas em aberto no comércio de Mogi das Cruzes no primeiro trimestre deste ano foi de 19.307 dívidas, o que corresponde ao equivalente a R$ 13,3 milhões. Em igual período de 2018, os débitos somavam 21.549 e representavam cerca de R$ 14,5 milhões.

Ao comentar o balanço dos três primeiros meses do ano, o vice-presidente da ACMC e diretor do SCPC, Silvio José de Moraes, ressalta a importante redução nos indicadores de inadimplência e cita alguns fatores que implicam nos números apresentados.

“Temos registrado, desde o segundo semestre de 2018, uma melhora nos índices da inadimplência, o que é muito bom porque significa que mais pessoas estão aptas para obter crédito. Outro aspecto relevante é que há uma maior conscientização do consumidor no ato da compra, o que justifica o volume menor de dívidas inscritas no SCPC. Mas não podemos deixar de considerar, também, a desaceleração das vendas. Os negócios evoluíram próximo de 1% nos primeiros três meses, muito abaixo do que se esperava”, avalia Moraes.

Segundo ele, a lenta recuperação da economia, decorrente do recuo da confiança do consumidor e a oscilação da indústria, tem prejudicado a geração de empregos no ritmo necessário e, com isso, o consumo foi prejudicado. “Existe uma grande expectativa para com a Reforma da Previdência e o reflexo dela na melhora da economia. Precisamos que a inadimplência permaneça em baixa, mas que o consumidor compre mais e aqueles que estão endividados tenham como saldar suas dívidas”, pontua o dirigente.

Sobre o movimento do comércio, existe a expectativa de melhora neste segundo trimestre do ano, impulsionada por três importantes datas comemorativas: Páscoa, Dia das Mães e Dia dos Namorados. “São comemorações, especialmente o Dia das Mães, que geram movimento no comércio. A projeção é de crescimento, mas em patamares mais tímidos do que o desejado, próximo dos 2%”, destaca o vice-presidente.

Ainda sobre o balanço do primeiro trimestre, o SCPC de Mogi das Cruzes encerrou o período com um total de 15.093 pessoas inscritas no cadastro de inadimplência e com restrição ao crédito.


CERTIFICADO DIGITAL

Banner
PARCEIROS

CLIMA



REDE SOCIAL

DIÁRIO DO COMÉRCIO

Associação Comercial de Mogi das Cruzes
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP
acmc@acmc.com.br

Logo