Formulário de Consulta

Pessoa Jurídica / Pessoa Física

CÓDIGO:    SENHA:   
(Acesso restrito)

  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP - (11) 4728-4300 |

Conselho da Mulher fará pesquisa regional paulista sobre mulheres à frente de negócios

Estudo será feito no Alto Tietê, conforme anúncio feito pela vice-presidente da ACMC no 18º Congresso da Facesp

 

Nesta quinta-feira (23/11), no segundo dia do 18º Congresso da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), em Atibaia, um talk show promovido pelo Conselho da Mulher Empreendedora (CME) da Facesp discutiu o mundo empresarial. Mediadora do debate, a coordenadora-geral do CME e vice-presidente da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), Fádua Sleiman, antecipou que, para 2018, o conselho está preparando a primeira pesquisa Facesp sobre mulheres à frente de negócios, em parceria com a RA-3 (Região Metropolitana do Alto Tietê).

“Vamos ter o discurso real de quantas mulheres estão à frente das micro e pequenas empresas”. A RA-3 engloba os municípios de Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mairiporã, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano.

Divulgação: Facesp

A coordenadora comentou que 2017 foi um ano atípico, que exigiu esforço adicional dos conselhos para continuar “fortalecendo a economia”. Na estrutura do CMEs estão o Conselho Nacional da Mulher Empresarial, pertencente à Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), seguido pelos conselhos das federações estaduais e, no último nível, estão os CMEs das associações comerciais, que atuam de forma local nos municípios. “Em cidades em que existem mulheres no associativismo, elas trazem 10% a mais de associados”, revelou Fádua, justificando como a implementação desses conselhos pode ser lucrativa para as associações comerciais.

Capital humano

Durante o talk show, o advogado e consultor de recursos humanos Matheus Pereira falou sobre gestão de pessoas e como as empresas podem encontrar os melhores funcionários. “O relacionamento entre patrão e empregado não gira em torno do binômio prestação e contraprestação”, disse Pereira em referência à ideia de que basta a empresa pagar pelo trabalho do funcionário para que este esteja satisfeito. “O ativo mais importante hoje numa empresa é o capital humano”.

No entendimento do consultor, os empreendedores precisam dar atenção à contratação dos funcionários. Para isso, é preciso ter em mente, de maneira clara, quais funções são esperadas de um candidato, localizar um perfil que se adapte à cultura da empresa, escolher as técnicas certas de seleção, garantir que o funcionário passe por todos os treinamentos e acompanhar de perto o trabalho durante o período de experiência. “Peça feedback após as primeiras semanas, ofereça apoio e estipule metas claras”.

“O evento foi um sucesso, com a participação de mais de 100 cidades associadas e que possuem CMEs”, avaliou Fádua.

O 18º Congresso da Facesp termina nesta sexta-feira na cidade de Atibaia, com foco na inovação. Além de Fádua, a ACMC marcou sua presença no evento com o presidente interino Marco Zatsuga, o vice-presidente Wilton Nogueira e a gerente Margarete Padilha.


CERTIFICADO DIGITAL

PROE

Imagem
PARCEIROS

CLIMA



REDE SOCIAL

DIÁRIO DO COMÉRCIO

Associação Comercial de Mogi das Cruzes
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP
acmc@acmc.com.br

Logo