Formulário de Consulta

Pessoa Jurídica / Pessoa Física

CÓDIGO:    SENHA:   
(Acesso restrito)

  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
  • Imagem
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP - (11) 4728-4300 |

Comércio de Mogi tem saldo positivo no Natal 2017

Setor varejista registra o melhor desempenho desde dezembro de 2014 com alta de 3% nas vendas, aponta pesquisa da ACMC

 

Com aumento médio de 3% nas vendas no último mês de dezembro, o comércio mogiano registrou o melhor Natal desde 2014, segundo pesquisa da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) realizada com estabelecimentos dos setores de roupas, calçados, brinquedos, eletroeletrônicos, supermercados, perfumarias e joalherias/relojoarias.
O balanço da ACMC aponta que 45% das lojas de Mogi das Cruzes contabilizaram aumento nas vendas no Natal 2017 e 30% mantiveram os mesmos patamares de 2016. Uma parcela de 25% do varejo apontou saldo negativo na comparação com o ano anterior. 
“Ainda que o crescimento das vendas seja pequeno e não tenha atingido todos os comércios, os resultados possibilitaram que finalmente o comércio voltasse a fechar o ano com saldo positivo. Isso é muito bom, principalmente se for levado em conta que os dois anos anteriores foram de quedas significativas nos negócios, e traz expectativas favoráveis para 2018”, avalia Silvio Moraes, diretor de Eventos da Associação Comercial.
Durante o mês de dezembro, o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) registrou cerca de 18.500 consultas do comércio local sobre a regularidade de consumidores, o que indica que uma boa parcela de pessoas optou por compras no crediário. A pesquisa da ACMC aponta ainda que o setor de eletroeletrônicos, na sua maioria, contabilizou aumento nas vendas, sinalizando a retomada do consumo de produtos mais caros. Os estabelecimentos alimentícios também tiveram vendas positivas e acima da média dos demais setores, com até 8% de aumento.
“Com base no desempenho das outras datas comemorativas, da melhora da economia, principalmente com redução da taxa de juros, dos níveis de desemprego, e do movimento durante o mês de dezembro, a expectativa para o Natal era de crescimento de 3% a 5%. A média ficou em 3%, o que é um resultado positivo e acompanha o índice registrado em outras regiões do Estado, como Campinas (3,5%), por exemplo”, ressalta o diretor da ACMC.
O dirigente lembrou, ainda, que as vendas da Black Friday, no final de novembro, precisam ser contabilizadas no balanço de Natal, já que muitos clientes anteciparam as compras para aproveitar as promoções. Na Black Friday, as lojas de Mogi registraram aumentos de 20% nas vendas na comparação com 2016.
“Esses resultados devem ser levados em conta no balanço do comércio em 2017, que teve um desempenho melhor do que o dos últimos dois anos. Agora, para 2018, é esperado que a retomada da economia seja mais forte, possibilitando a geração de empregos e, consequentemente, o aquecimento do consumo”, conclui Moraes.
No Estado de São Paulo, as vendas do varejo no período de janeiro a outubro de 2017 tiveram um aumento de 3,5% se comparado ao ano anterior. No Alto Tietê, o faturamento do comércio cresceu aproximadamente 1% no período (pesquisa ACVarejo – Associação Comercial de São Paulo).


CERTIFICADO DIGITAL

Banner
PARCEIROS

CLIMA



REDE SOCIAL

DIÁRIO DO COMÉRCIO

Associação Comercial de Mogi das Cruzes
Rua Barão de Jaceguai, 674 - Centro - Mogi das Cruzes/SP
acmc@acmc.com.br

Logo